Negócio de família: quando a saída é vender

Muitas das grandes e pequenas empresas do País são administradas por famílias. Especialmente em Santa Catarina, a tradição familiar nos negócios é bastante frequente. Geralmente são empresas abertas pelo avô ou pelo pai que acabaram prosperando e se transformando em fonte de renda e emprego para toda a família. Em alguns casos, crescem tanto que se tornam grandes companhias, com centenas de funcionários.

Mas quando o pai é chefe, o irmão é sócio e a tia é colega de trabalho, alguns problemas podem ter dimensão diferente do que teriam em uma empresa sem esses graus de parentesco. Primeiro porque a mistura de relações e papéis pode, muitas vezes, não ser benéfica para nenhuma das duas coisas: nem a família, nem os negócios. É preciso ter habilidade e um bom jogo de cintura para deixar a família fora da empresa e as divergências do trabalho para serem resolvidas apenas na hora do expediente.

Outros conflitos são aqueles que afetam qualquer sociedade, mas que por envolver sentimentos e relações mais profundas, podem alcançar proporções maiores. Também pode acontecer o contrário, quando os conflitos familiares chegam ao trabalho, reforçando a ideia de que misturar relações de parentesco com negócios é uma fórmula, que se não for bem administrada, pode se tornar um problema e ameaçar o futuro da empresa.

Também é comum os membros da família decidirem seguir rumos diferentes que os da empresa. Muitas vezes os pais sonham com o filho assumindo o negócio que eles fundaram, mas o herdeiro não tem interesse e quer seguir outro caminho profissional.

Falta de sucessores, divergências profissionais, conflitos familiares, tudo isso muitas vezes desgasta a família e também deixa consequências na empresa.  Nesses casos, a venda do negócio com boa saúde, em um bom momento, pode permitir que cada um siga seu caminho e seja feliz. Nesses momentos, contar com um consultor especializado em compra e venda de empresas é fundamental para fazer um negócio transparente que concilie os interesses de todos os envolvidos. Assim, cada um poderá correr atrás de seus interesses profissionais e a família não deixará de ser o que é.

Se houver interesse, solicite uma consultoria gratuita sobre compra e venda de empresas clicando aqui.

Escrito por Felipe Monteiro de Siqueira, administrador de empresas e diretor da Monteiro de Siqueira Business Brokers, de Florianópolis.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s