Como é possível aumentar o valor de uma empresa?

Para quem tem planos de vender a empresa, trabalhar previamente com o objetivo de valorizar o negócio é uma boa estratégia. Mas para maximizar o valor de mercado da companhia é preciso, inicialmente, entender o que compõe esse cálculo.

O valor de uma empresa é composto por seu patrimônio, sua marca e, fundamentalmente, sua capacidade de gerar caixa hoje e no longo prazo. Certamente todo o conjunto é importante, mas os fatores que mais pesam, nesse caso, são os que compõem a geração de caixa. Nessa lista estão, por exemplo, bons produtos, preço justo, bom atendimento, mercado em expansão, patrimônio em bom estado, clientela fidelizada, entre outros fatores.

Isso significa que, para elevar o valor da empresa, é preciso direcionar a energia para fazer a geração de caixa crescer. Uma pergunta que o empresário deve se fazer é: “Qual é o principal fator de geração de caixa na minha empresa?”. É nisso que ele deve focar e investir – na ampliação desse fator e na redução dos riscos que possam atrapalhar a geração de caixa. Uma forma de diminuir o risco do negócio é criar barreiras para a entrada de novos concorrentes ou produtos em um determinado mercado.

Outras estratégias também podem ser adotadas. Oferecer ao cliente um mix de produtos variado e atual e focar nas vendas dos produtos mais lucrativos é uma excelente maneira de oxigenar o caixa do negócio, aumentando a lucratividade da empresa. Outra tática é se diferenciar da concorrência, investindo em atrativos únicos no setor, como entrega mais rápida, assistência técnica diferenciada, produtos inovadores ou serviços únicos.

Manter a equipe treinada e motivada também é fundamental para o sucesso do negócio. Funcionários engajados e em sintonia com os objetivos da empresa levam a melhorias no resultado operacional. Metas de desempenho para aumento de vendas e redução de custos, por exemplo, colaboram para estimular a equipe a buscar premiações – o que, sem dúvidas, se reflete no caixa.

Por último, é importante manter o controle financeiro da empresa bem documentado e organizado. Produzir relatório de desempenho é uma importante ferramenta de gestão a partir do momento em que esses registros históricos podem ser comparados e analisados. Em uma eventual negociação ou mesmo para organização interna, a ausência de registros pode atrapalhar os planos do empreendedor e prejudicar o valor de mercado da companhia.

 

Gostou desse post? Você quer mais informações sobre o tema? Solicite uma consultoria gratuita sobre compra e venda de empresas clicando aqui.

Escrito por Felipe Monteiro de Siqueira, administrador de empresas e diretor da Monteiro de Siqueira Business Brokers, de Florianópolis.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s