Como é possível aumentar o valor de uma empresa?

Para quem tem planos de vender a empresa, trabalhar previamente com o objetivo de valorizar o negócio é uma boa estratégia. Mas para maximizar o valor de mercado da companhia é preciso, inicialmente, entender o que compõe esse cálculo.

O valor de uma empresa é composto por seu patrimônio, sua marca e, fundamentalmente, sua capacidade de gerar caixa hoje e no longo prazo. Certamente todo o conjunto é importante, mas os fatores que mais pesam, nesse caso, são os que compõem a geração de caixa. Nessa lista estão, por exemplo, bons produtos, preço justo, bom atendimento, mercado em expansão, patrimônio em bom estado, clientela fidelizada, entre outros fatores.

Isso significa que, para elevar o valor da empresa, é preciso direcionar a energia para fazer a geração de caixa crescer. Uma pergunta que o empresário deve se fazer é: “Qual é o principal fator de geração de caixa na minha empresa?”. É nisso que ele deve focar e investir – na ampliação desse fator e na redução dos riscos que possam atrapalhar a geração de caixa. Uma forma de diminuir o risco do negócio é criar barreiras para a entrada de novos concorrentes ou produtos em um determinado mercado.

Outras estratégias também podem ser adotadas. Oferecer ao cliente um mix de produtos variado e atual e focar nas vendas dos produtos mais lucrativos é uma excelente maneira de oxigenar o caixa do negócio, aumentando a lucratividade da empresa. Outra tática é se diferenciar da concorrência, investindo em atrativos únicos no setor, como entrega mais rápida, assistência técnica diferenciada, produtos inovadores ou serviços únicos.

Manter a equipe treinada e motivada também é fundamental para o sucesso do negócio. Funcionários engajados e em sintonia com os objetivos da empresa levam a melhorias no resultado operacional. Metas de desempenho para aumento de vendas e redução de custos, por exemplo, colaboram para estimular a equipe a buscar premiações – o que, sem dúvidas, se reflete no caixa.

Por último, é importante manter o controle financeiro da empresa bem documentado e organizado. Produzir relatório de desempenho é uma importante ferramenta de gestão a partir do momento em que esses registros históricos podem ser comparados e analisados. Em uma eventual negociação ou mesmo para organização interna, a ausência de registros pode atrapalhar os planos do empreendedor e prejudicar o valor de mercado da companhia.

 

Gostou desse post? Você quer mais informações sobre o tema? Solicite uma consultoria gratuita sobre compra e venda de empresas clicando aqui.

Escrito por Felipe Monteiro de Siqueira, administrador de empresas e diretor da Monteiro de Siqueira Business Brokers, de Florianópolis.

Anúncios

5 dicas para melhorar a imagem e aumentar o valor de mercado da empresa

O fim do ano está chegando e é a hora de fazer o planejamento e as metas, profissionais e pessoais, para o próximo ano. Nesse contexto, os empresários avaliam todos os aspectos do negócio e projetam aonde querem chegar.

Se uma das suas metas, ou possível meta, é a venda da sua empresa é importante melhorar, desde já, a imagem do seu negócio – para tornar a venda mais atraente e lucrativa. Confira 5 dicas para potencializar o valor de mercado da sua empresa.

  1. Mix de produtos e serviços – Ofereça a seu cliente um mix de produtos variado e atual,para que a empresa mantenha-se conectada com as tendências do mercado que atua. Focar e incentivar as vendas dos produtos mais lucrativos do “mix” é uma excelente maneira de oxigenar o caixa do negócio, aumentar a lucratividade da empresa e, por consequência o seu valor de mercado.
  2. Administrativo/Financeiro Organizados: A boa gestão exige que as atividades administrativas e de controle de desempenho financeiro (faturamento x custos) estejam documentadas e bem organizadas. Produzir relatório de desempenho (faturamento x custos x lucro) é uma importante ferramenta de gestão a partir do momento em que estes registros históricos podem ser comparados e analisados.Muitos empreendedores não têm rígido controle de seus balanços financeiros e fiscais. Com isso, em uma eventual negociação ou mesmo para organização interna, essa ‘ausência de registros’ pode atrapalhar os planos do empreendedor e prejudicar o valorde mercado da companhia.
  3. Diferenciais da concorrência: É necessário ter atrativos únicos do setor. Seja entrega mais rápida, assistência técnica diferenciada, produtos inovadores e/ou serviços únicos são vitais para o negócio dar certo e para a empresa ser lembrada pelos consumidores.
  4. Equipe Treinada: Manter a equipe treinada e motivada é fundamental para o sucesso do negócio. Faça treinamentos diários, porém curtos, sobre um determinado assunto ou tarefa do dia a dia da empresa. Uma “palestra” de 5 minutos no início do dia é uma forma de treinar e orientar os funcionários para as tarefas do dia. Manter a equipe engajada e em sintonia com os objetivos da empresa leva a melhorias no resultado operacional do negócio.
  5. Metas de Desempenho:Estabelecer metas de desempenho mantém a equipe atenta e motivada em buscar premiações, além de melhorar o resultado operacional da empresa. Ao estabelecer metas, tenha em mente que essas metas devam ser atingíveis e desafiadoras. Coloque meta para aumento de vendas e redução de custos ou perdas e premie a equipe ao atingi-las. Foque em eficiência para vender mais e mantenha a excelência operacional. O estabelecimento de metas mantém a gestão do negócio afiada.

Por Felipe Monteiro de Siqueira, administrador de empresas e diretor da Monteiro de Siqueira Business Brokers, de Florianópolis.