Empresas à venda: 4 ideias para conquistar a melhor oferta

A decisão de vender a empresa pode ter diferentes motivos. Mas tem sempre o mesmo objetivo: conseguir uma negociação que satisfaça todas as partes envolvidas. Para chegar a este resultado, há um caminho a ser percorrido. E o caminho é mais ou menos tortuoso, dependendo da forma como o empresário conduz o processo de venda.

Se tem consciência de que o processo precisa de cuidados e de apoio especializado, as chances de conquistar a melhor oferta aumentam consideravelmente. Diferente se a opção dele for querer fazer a venda de qualquer jeito sem preparação nem planejamento.

Destacamos quatro ideias para que você tenha maiores chances de conquistar de fato a melhor oferta de compra pela sua empresa.

Conquiste a melhor oferta com planejamento e transparência

O processo de venda, como a Monteiro de Siqueira já destacou no blog e é tema do e-book “Como preparar a empresa para a venda”, exige preparação. Esta preparação é que transmite ao interessado na compra a segurança necessária para fazer o investimento. As palavras-chave para que a venda de sua empresa seja bem sucedida são planejamento e transparência.

Coloque na mesa todas as informações necessárias para o fechamento do negócio. Preserve informações estratégicas, como de praxe, mas omitir qualquer coisa pode causar uma impressão ruim. Você pode acabar ouvindo algo do tipo “Por que você me disse isso antes?” e esta ser a senha para emperrar ou quem sabe até encerrar as negociações.

Faça o dever de casa para vender sua empresa

Já apresentamos aqui no blog a necessidade de saber como procurar o comprador da sua empresa. Neste processo, temos ainda outra sugestão para você: faça o dever de casa e estude a fundo o mercado em que está atuando. Prepara-se para enfrentar dois perfis diferentes de prováveis compradores: o que já atua no ramo e o que não atua no ramo.

Para ambos, você deve não só parecer, como saber de verdade informações relevantes sobre o mercado em que a empresa atua. Junto com o motivo da venda do negócio, essa postura pró-ativa reforça a ideia de transparência e mostra que não estamos falando de alguém que está querendo simplesmente se livrar de um peso, mas sim de alguém que está na mesa de negociação oferecendo uma ótima oportunidade de negócio.

Abra negociação com limites pré-definidos

Flexibilidade é algo importante no processo de negociação. Ser “cabeça-dura” e não abrir a possibilidade de rever valores ou facilitar o pagamento com parcelamento mais longo. O fato é que quem vende deve sempre ter em mente até onde irá o limite para a negociação no que se refere a valores.

Por isso que nem sempre a melhor oferta é aquele que se deseja, mas sim a que se conquista porque temos que levar em conta o outro lado, além do cenário econômico. Importante destacar que ter em mente até onde pode ir nos descontos e parcelamentos não deve ser motivo para achar que está desvalorizando o negócio. O limite é justamente para prevenir o contrário. Estabeleça o preço de venda, marque qual o valor mínimo e mãos a obra.

Busque ajuda especializada para vender sua empresa

Por fim, nossa ideia de número quatro destaca a relação do empresário que quer vender sua empresa com a consultoria, como a Monteiro de Siqueira, que poderá ajudá-lo a alcançar o objetivo. A consultoria cuida de todo o processo. Orienta, prepara e busca compradores.

É uma relação de parceria e o vendedor da empresa não pode desperdiçar esta oportunidade. Por isso, a ajuda da consultoria é bem-vinda também para que dúvidas e ilusões possam ser desfeitas. E assim, ciente de como funciona o processo de venda de uma empresa na prática e contando com a apoio profissional para isso, crescem as chances de conquistar a melhor oferta de compra.

Quer saber mais sobre o processo de venda da empresa? Entre em contato com a Monteiro de Siqueira.

Anúncios